Livro Mercados Criativos, Estratégias de Comunicação e Empreendedorismo Social

O livro “Mercados Criativos, Estratégias de Comunicação e Empreendedorismo Social: experiências e estudos em território lusófono”, a ser publicado em 2016 pelo Institut de la Comunicació de la Universitat Autònoma de Barcelona trará contribuição de especialistas de distintas universidades e alguns setores atuantes no público e privado.

A publicação propõe obter dados e reflexões sobre o impacto das novas tecnologias de informação no desenvolvimento de novos produtos e mercados, com o intuito de satisfazer, de um lado, uma relação cada vez mais de praticidade e eficiência e, do outro, o desenvolvimento de novas práticas sociais, sob o ponto de vista da capacidade de gerar e aplicar conhecimentos voltados a participação ativa e inclusiva da sociedade civil.

Nesse contexto, a busca por tecnologia inovadora representa um instrumento estratégico, atuando de forma decisiva na efetivação de redes comunicativas para setores empresariais como forma de atingir seus objetivos na gestão de competências para um mercado cada vez mais acirrado.

O outro ponto a ser considerado nesta edição diz respeito às iniciativas econômicas de caráter coletivo representadas por segmentos da sociedade civil visando uma importante ação estratégica capaz de transformar uma determinada realidade, na promoção de desenvolvimento sustentável econômico e social.

O surgimento desses empreendimentos atua de forma solidária e que se faz valer da incorporação de uma tecnologia social como foco promissor de soluções para sanar problemas localizados.

A capacidade de criar, produzir, transformar, inventar e reinventar abrange a atuação dos mercados explicitados acima e possibilita-nos o entendimento de uma nova economia que se intitula criativa, apostando em novas direções para a reconfiguração do urbano, do design e do velho paradigma produtivo.

A proposta dessa edição surge portanto desta confluência de inquietações advindas de estudos e ações que têm definido os setores criativos de uma economia, o que faz desta uma proposta inovadora na medida em que dialoga com os diversos setores que compõem o mosaico de empreendimentos dinâmicos e inovadores.

Conteúdo

Prefácio: George Yúdice, professor do Latin American Studies, director do Miami Observatory on Communication and Creative Industries, Universidade de Miami

Prefácio: Sheldon Leader, diretor do Essex Business and Human Rights Project (EBHR) e membro do Human Rights Centre at University of Essex.

Redes de Informação e Negócios Criativos no Brasil e Portugal

Rosana Martins. Pós-doutoranda e pesquisadora do CIMJ – Centro de Investigação Media e Jornalismo, Universidade Nova de Lisboa, membro The Transnational Lives, Gender and Mobility network (TLM & G) – Institute of Social Sciences – University of Lisbon / European Science Foundation.

Cinema e Indústrias Criativas

Alessandra Meleiro cursou o Programa de Pós-doutorado junto à University of London (Media and Film Studies) e é Pesquisadora Associada do Cebrap (Centro Brasileiro de Análise e Planejamento: www.cebrap.org.br), onde Coordena o Centro de Análise do Cinema e do Audiovisual (www.cenacine.com.br). Doutora em Cinema e Políticas Culturais pela ECA/USP e Mestre em Multimeios pelo Instituto de Artes/ UNICAMP. Autora do livro O Novo Cinema Iraniano: uma opção pela intervenção social e organizadora das coleções Cinema no mundo: indústria, política e mercado , com cinco volumes (África, América Latina, Europa, Ásia e Estados Unidos), que contou com a colaboração de 35 autores de 20 países, e A Indústria Cinematográfica e Audiovisual Brasileira , que conta com seis volumes ( Cinema e Políticas de Estado , Cinema e Economia Política e Cinema e Mercado , dentre outros). Presidente do Instituto Iniciativa Cultural (www.iniciativacultural.org.br) e Professora Adjunta do Bacharelado em Imagem e Som da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Guest Editor do Journal of African Cinemas, Intellect Publishers (UK) e Conferencista Internacional. Foi Diretora de Projetos do Centro Cultural São Paulo e curadora de instituições como SESC SP e Centro Cultural Banco do Brasil.

Industrias Criativas e Mídia no Brasil

Othon Jambeiro é PhD pela University of Westminster, Londres; professor titular do ICI/UFBA e docente pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas na UFBA. Contato: othonfernando@uol.com.br / Fabio Ferreira é PhD pela University of Texas at Austin; professor adjunto ADM/UFBA e docente pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas e do Mestrado em Desenvolvimento e Gestão Social na UFBA.

Políticas Públicas, Marketing e Comunicação para projetos sociais: contexto Portugal

Paulo Faustino está a realizar um Pós-Doutoramento e é investigador do Centro de Investigação em Media e Jornalismo, na Universidade Nova de Lisboa. Foi eleito recentemente presidente da International Media Management Academic Association. Tem vindo a trabalhar ao longo dos últimos vinte anos no setor dos media, como gestor e consultor, e tem lecionado em várias universidades e institutos de ensino superior nacionais, incluindo a Faculdade de Letras da Universidade do Porto. É ainda Doutor Europeu em Comunicação Social, pela Universidade Complutense de Madrid.

Novos Modelos de Negócios e Criatividade na Internacionalização da Industria Fonográfica em Angolana

Garth Sheridan is a post-graduate student in Media and Communication at the Royal Melbourne Institute of Technology, completing a PhD on the impact of globalization on the development and practice of kuduro. Under the moniker unsoundbwoy, he has produced various forms of electronic music and has played shows across Australasia, Europe and Africa. Garth holds a B.A History from the University of Melbourne and his research interests include the role of music in social history, globalization, compositional processes, syncretism, utopias and public space.

Iniciativas com Jovens das Periferias de Cabo Verde

Redy Wilson Lima é formado em Sociologia (ULHT e FCSH-UNL, Portugal), doutorando em Estudos Urbanos (FCSH-UNL e ISCTE-IUL, Portugal) integrado no CICS.NOVA (Portugal), investigador colaborador do CEsA/ISEG-ULisboa (Portugal), investigador associado ao Núcleo de Antropologia Visual da Bahia/UFBA (Brasil) e professor assistente convidado no Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais (Cabo Verde). Tem desenvolvido pesquisas etnográficas no contexto urbano cabo-verdiano abordando as questões infanto-juvenis, gangues de rua, participação sociopolítica, cultura hip-hop ecriminalidade organizada. Das últimas publicações destacam-se “Esferas (ocultas) de participação política dos jovens na cidade da Praia, Cabo Verde: do político ao parapolítico”, no Debates (com A. Varela) (2014); “Rap kriol(u): o pan-africanismo de Cabral na música de intervenção juvenil na Guiné-Bissau e em Cabo-Verde”, na REALIS (com M. Barros) (2012); e “Delinquência juvenil coletiva na Cidade da Praia: uma abordagem diacrónica”, em Jovens e trajetórias de violências. Os casos de Bissau e da Praia, publicado pela Almedina/CES (2012). Atualmente desenvolve o projeto de pesquisa de doutoramento sobre os processos de afirmação juvenil e apropriação do espaço urbano em Cabo Verde.

Indústrias Criativas, Protagonismo Social e Uso dos Meios em Moçambique

Leonilda Sanveca Muatiacale é Mestre e Doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-Brasil (2007) e doutoranda no mesmo curso. Graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário Newton Paiva de Belo Horizonte – MG, Brasil (2005). Jornalista pela Escola de Jornalismo de Maputo (1991). É docente e pesquisadora na Escola de Comunicação e Artes (ECA) da UEM e Jornalista do Gabinete de Comunicação e Imagem da Universidade Pedagógica (UP). Presta assessoria na área de comunicação e marketing a instituições públicas e privadas e tem participado na elaboração de trabalhos técnicos em televisão e mídias digitais em Moçambique e no Brasil. Possui vários artigos científicos publicados em periódicos especializados em comunicação no Brasil e na Itália. Pesquisadora do Centro de Estudos Interdisciplinares de Comunicação http://www.cec.org.mz/

Empreendedores Locais, Políticas Públicas Nacionais e Mercado Criativo em Guine Bissau

Miguel de Barros Pós-graduado em Sociologia e Planeamento (ISCTE/Portugal), investigador associado ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas da Guiné-Bissau – INEP, do Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Comunicação e Consciência da Universidade Federal do Rio de Janeiro – NETCCON/URFJ e ainda membro do Conselho para o Desenvolvimento de Pesquisa em Ciências Sociais em África – CODESRIA. Tem publicado e desenvolvido pesquisas nos domínios da juventude, sociedade civil, participação política, media, diásporas, economia informal e música rap, dos quais se destacam De Pioneiros à Rapperus: dinâmicas protagonizadas pelos jovens na Guiné-Bissau (Vol.1, INEP, no prelo 2013) e Clubes, Associações e Bancadas: dinâmicas protagonizadas pelas coletividades juvenis na Guiné-Bissau (Vol.2, INEP, no prelo 2013). Atualmente desempenha funções de Diretor de Programa no âmbito da ONG guineense Tiniguena – “Esta Terra é Nossa”.

Imigração, media, novos empreendedores culturais africanos em Portugal

Ana Stela Cunha, professor at Federal University of Maranhão, Brazil. She concluded her Post Doc in Athropology at Lisbon University. Her principal academic research interests lies in the field of Ethnolinguistic, Anthropology of Religions, the African Diaspora and Visual Anthropology. The research also includes an anthropological examination of spirits belongings in Cuba, Brazil, Angola and Congo.

Novas Convergências Digitais e industrias criativas em Portugal

Francisco Rui Cádima. Professor Catedrático do Departamento de Ciências da Comunicação da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/Universidade Nova de Lisboa. Membro do Conselho Científico da FCSH/UNL. Coordenador do Mestrado de Novos Media e Práticas Web do DCC/FCSH. Coordenador do projeto Media Pluralism Monitor/Monitoring Risks for Media Pluralism in EU Member States/2015.

Punto de Vista (entrevistas)

Gestão de Projetos e Valor Social Secretaria da Economia Criativa (SEC) – Ministério da Cultura do Brasil

Participação, Imigração, Novos Modelos de Negócios Sr. João Meneses – Mouraria Creative Hub

Media, Inclusão e Desenvolvimento Local Incubadora Rio Criativo – http://www.riocriativo.rj.gov.br/institucional/

Novos Modelos de Consumo e Abordagem ao Consumidor Sra. Marina Petrucci – Presidente da APODEMO – Associação Portuguesa de Empresas de Estudos de Mercado e Opinião

Indústrias Criativas, Sustentabilidade e Regeneração Urbana ADDICT – Agência para o Desenvolvimento das Indústrias Criativas da Região Norte de Portugal

Novos Metódos para novos formatos: mercado na busca da eficácia da comunicação Approach – Comunicação Integrada – Brasil Dr. Pedro Tavares – CEO Brand Finance/On Strategy Group – Portugal Ok Dr. Luis Queirós – Director-Geral Marketest -Portugal Filipa Oliveira – Directora Geral, Marketest – Angola OK IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística – Brasil

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas da Guiné-Bissau – INEP Sr. António Gomes – Managing Director MetrisGfK Portugal António Salvador – Presidente do Conselho de Administração do Grupo GFK Portugal Dr. Pedro Loureiro – Grupo Consultores – Portugal
Pd Consult – Cabo Verde

O livro conta com organização de Rosana Martins (Universidade Nova de Lisboa), Ana Stela Cunha (Universidade Federal do Maranhão) e Francisco Rui Cadima (Universidade Nova de Lisboa).

Tags: , , , ,