Vania Cerri

Pós-doutoranda no departamento de Artes Cênicas, Educação e Fundamentos da Comunicação – DACEFC – IA – UNESP-SP (início 2019). Doutora em Arquitetura (Teatral e Cênica) na área de História e Teoria da Arquitetura e Urbanismo pela FAU USP em 2011. Mestre em Filosofia, História e Estética da Arte pela FFLCH USP em 2003, tendo como objeto de estudos a Estética e a Arquitetura Teatral no Renascimento, com pesquisa e tradução comentada acerca da obra (Tratado sobre as cenas), do arquiteto italiano Sebastiano Serlio. Pós-graduada (lato sensu) em Arte Educação pela ECA USP em 1995. Graduada em Artes (Licenciatura Plena em Educação Artística/Desenho em 1990). Tem formação como cenógrafa e figurinista pelo Teatro Colón de Buenos Aires, pela ECA-USP e FAU-USP. É autora do livro: Scaenae Frons – O Renascimento e as origens da cenografia moderna. Annablume (2016), com apoio financeiro da FAPESP. Participou de projetos e grupos de estudos na FAU USP, sob coordenação dos professores doutores: Mário DAgostino, Andrea Loewen e Ricardo Marques, junto dos quais é co-autora do livro: Preceptivas Arquitetônicas, Annablume (2015), e integrante do grupo de pesquisa da Société Internationale Leon Battista Alberti (S.I.L.B.A.), Artes Renascentes, sob organização do prof. dr. Francesco Furlan, (Président du Directoire de transition – Paris- França). Foi pesquisadora e orientadora do LABTRI – Laboratório de Tridimensionalidade da FAU USP, desenvolvendo pesquisa, orientação, organização e elaboração de modelos tridimensionais dos Teatros: vitruviano e serliano. Foi bolsista PAE junto ao departamento de História e Teoria da Arquitetura e Urbanismo da FAU -USP, realizando Estágio Supervisionado em Docência no curso de Arquitetura e Urbanismo. É docente e pesquisadora no Ensino Superior desde 2002 nos cursos de graduação em Arquitetura (Cenografia e Ambientação, História e Teoria, História do Design e Plástica); Artes Plásticas-Visuais (Pintura e Desenho); Dança (Poéticas da cena e Elementos visuais do espetáculo TCC); Design de Interiores (Espaços Efêmeros, Cenografia e Ambientação); Design de Games e Moda (Desenho e Linguagem Visual). Na Pós-Graduação nos cursos de Especialização em Projetos de Interiores e Visual Merchandising (Projeto Cenográfico e Vitrinismo) e Arquitetura comercial (Moda, Comportamento e Arquitetura). Atua como cenógrafa, figurinista e diretora de arte desde 2005 (DRT -24707/SP), tendo como últimos trabalhos as peças teatrais: Bailei na Curva, de Júlio Conte (2017 e 2018) e Gota d´Água, de Chico Buarque (2016 e 2017), sob direção geral de Vicente Latorre.

Tags: ,